30 de abril de 2011


Preciso tentar certa ordem no que digo, e dizer de novo, vê se me entendes: ele não se afasta, mas é dentro dele que eu me afasto. Dentro dele, eu espio o de fora de nós. E não me atrevo. (Caio Fernando Abreu )

28 de abril de 2011


Eu odeio a sensação de não saber o que fazer, de não saber o que falar, de não saber como me expressar, de não saber como sentir. Eu só tenho medo de não saber como reagir, só tenho medo de ser grande demais, eu só tenho medo de me magoar mais uma vez, eu só tenho medo de que seja mais uma mentira.

Chorei três horas, depois dormi dois dias.Parece incrível ainda estar vivo quando já não se acredita em mais nada. Olhar, quando já não se acredita no que se vê. E não sentir dor nem medo porque atingiram seu limite. E não ter nada além deste amplo vazio que poderei preencher como quiser ou deixá-lo assim, sozinho em si mesmo, completo, total


Não sou tudo que alguem queria. Eu não ando com confiança. Eu brigo com meus pais e amigos o tempo todo. Algumas noites eu prefiro ficar sozinha do que sair para me divertir. Eu choro com as pequenas coisas. Há dias que eu dou alguns sorrisos forçados e risos falsos. Às vezes eu tento me convencer de que as coisas estão bem quando elas não estão. Eu não pareço tão boa na vida real, como pareço em minhas fotos. Há algumas noites que eu choro sozinha por tudo que está acontecendo. Eu sempre acho que não sou boa o suficiente. Eu sou imperfeita, mas sou perfeitamente eu.


Acredito que tudo acontece por uma razão. As pessoas mudam então você aprende a deixá-las ir, coisas dão errado então você aprende a apreciá-las quando estão certas. Você acredita em mentiras então eventualmente você aprende a confiar em ninguém além de vocÊ mesmo...e às vezes coisas boas desmoronam para que coisas melhoras ainda podem cair juntas . (Marilyn Monroe)


Não haveria planos, nem vontades, nem ciúmes, nem coração magoado. Se não fosse amor, não haveria desejo, nem o medo da solidão. Se não fosse amor não haveria saudade, nem o meu pensamento o tempo todo em você. Se não fosse amor eu já teria desistido de nós. ( Caio Fernando Abreu)

E quero capturar o presente que pela sua própria natureza me é interdito: o presente me foge, a atualidade me escapa, a atualidade sou eu sempre no já. Só no ato do amor - pela límpida abstração de estrela do que se sente—capta-se a incógnita do instante que é duramente cristalina e vibrante no ar e a vida é esse instante incontável, maior que o acontecimento em si: no amor o instante de impessoal jóia refulge no ar, glória estranha de corpo, matéria sensibilizada pelo arrepio dos instantes - e o que se sente é ao mesmo tempo que imaterial tão objetivo que acontece como fora do corpo, faiscante no alto, alegria, alegria é matéria de tempo e é por excelência o instante. E no instante está o é dele mesmo. Quero captar o meu é. E canto aleluia para o ar assim como faz o pássaro. E meu canto é de ninguém. Mas não há paixão sofrida em dor e amor a que não se siga uma aleluia. (Clarice Lispector - Água-viva)





Eu quase consegui abraçar alguém semana passada. Por um milésimo de segundo eu fechei os olhos e senti meu peito esvaziado de você. Foi realmente quase. Acho que estou andando pra frente. Ontem ri tanto no jantar, tanto que quase fui feliz de novo. Ouvi uma história muito engraçada sobre uma diretora de criação maluca que fez os funcionários irem trabalhar de pijama. Mas aí lembrei, no meio da minha gargalhada, como eu queria contar essa história para você. E fiquei triste de novo.Hoje uma pessoa disse que está apaixonada por mim. Quem diria? Alguém gosta de mim. E o mais louco de tudo nem é isso. O mais louco de tudo é que eu também acho que gosto dele. Quase consigo me animar com essa história, mas me animar ou gostar de alguém me lembra você. E fico triste novamente.Eu achei que quando passasse o tempo, eu achei que quando eu finalmente te visse tão livre, tão forte e tão indiferente, eu achei que quando eu sentisse o fim, eu achei que passaria. Não passa nunca, mas quase passa todos os dias.Chorar deixou de ser uma necessidade e virou apenas uma iminência. Sofrer deixou de ser algo maior do que eu e passou a ser um pontinho ali, no mesmo lugar, incomodando a cada segundo, me lembrando o tempo todo que aquele pontinho é um resto, um quase não pontinho. Você, que já foi tudo e mais um pouco, é agora um quase. Um quase que não me deixa ser inteira em nada, plena em nada, tranqüila em nada, feliz em nada.Todos os dias eu quase te ligo, eu quase consigo ser leve e te dizer: “Ei, não quer conhecer minha casa nova?” Eu quase consigo te tratar como nada. Mas aí quase desisto de tudo, quase ignoro tudo, quase consigo, sem nenhuma ansiedade, terminar o dia tendo a certeza de que é só mais um dia com um restinho de quase e que um restinho de quase, uma hora, se Deus quiser, vira nada. Mas não vira nada nunca.Eu quase consegui te amar exatamente como você era, quase. E é justamente por eu nunca ter sido inteira pra você que meu fim de amor também não consegue ser inteiro.Eu quase não te amo mais, eu quase não te odeio, eu quase não odeio aquela foto com a quelas garotas, eu quase não morro com a sua presença, eu quase não escrevo esse texto. O problema é que todo o resto de mim que sobra, tirando o que quase sou, não sei quem é. (Tati Bernardi)

27 de abril de 2011


Tão longe de onde você está . Essas milhas tornaram nossos mundos separados, e eu sinto sua falta, sim eu sinto sua falta . Tão longe de onde você está . Eu estou debaixo das estrelas . E eu queria que você estivesse aqui . Eu sinto falta dos anos que foram apagados. Eu sinto falta do jeito que o brilho do sol iluminava seu rosto. Eu sinto falta de todas essas coisas pequenas . Nunca imaginei que elas significariam tudo pra mim. Sim, eu sinto sua falta, e eu queria que você estivesse aqui. ( Lifehouse - From where you are )


How do I live without the one I love?
Simples assim. Pensar em você me faz abrir o mais espontaneo e sincero sorriso.

25 de abril de 2011




O que está acontecendo com a gente? De repente você me parece totalmente estranho. Por que pra mim, não é mais tão bom quando eu deito nos seus braços? O que está acontecendo com a gente já se tornou banal. Sinfonia . E agora tudo em volta de nós fica quieto. E a gente fica aqui na chuva, não temos nada mais a dar um ao outro. É melhor se você se for. Então é assim. Admitir que não dá mais. Não dá mais pra falar e então só chove . É melhor desistir. O silêncio sobre nós aumenta cada vez mais. Eu não entendo mais nenhuma palavra que sai da sua boca. A gente tentou demais, por que a gente não podia ter previsto tudo isso? Não está sendo fácil entender. E é melhor se você se for (Silbermond-Symphonie)

24 de abril de 2011

Paradigmas

E hoje eu acordei pensando em você. Sem saber ao certo o teu nome, a cor de seus cabelos ou a cor do seu batom. Isso ocorre frequentemente, sendo mais sincero. Uma estranha sensação que vem e vai; onda que bagunça todo o meu litoral, nunca deixando os grãos de areia nos lugares onde estavam.
Voltando o que interessa, pensei em você. Como seria, o que falaria ao me encontrar e se me daria uma chance. Débora, Pâmela, Tina, Amanda, Maria, Roberta, Valéria ou Cássia. E quantas mais forem possíveis. E não venha falar que sou louco, utópico, desvairado, alucinado, pertubardo ou estranho.
Só tento ser mais adepto ao otimismo (mesmo sendo inútil, na maioria das vezes, cof, cof). Enfim, o que eu é possível perder ao tentar pensar positivamente ? Vai ver que uma hora isso funciona.

23 de abril de 2011

Eu ...

Use Somebody - Kings Of Leon

I've been roaming around
Always looking down at all I see
Painted faces, build the places I can't reach

You know that I could use somebody
You know that I could use somebody

Someone like you, and all you know, and how you speak
Countless lovers under cover of the street 


-

Eu tenho andado por aí
Sempre menosprezando tudo que vejo
Faces pintadas, preenchendo lugares que não alcanço

Você sabe que eu preciso de alguém
Você sabe que eu preciso de alguém

Alguém como você, tudo que você sabe, como você fala
Amantes incontáveis disfarçados nas ruas

18 de abril de 2011


Eu deveria ter notado quando as rosas morreram .Deveria ter visto o fim do verão em seus olhos. Eu deveria ter ouvido quando você disse "boa noite" , você quis dizer "adeus".Eu chorei e chorei todas as noites, até que eu morri por você .Eu tentei e tentei negar que seu amor me deixou louco.Se o amor que eu tinha por você se foi, se o rio que eu chorei não foi suficiente , então eu errei, sim eu errei. Esta não é uma canção de amor. Eu pensei que você e eu poderíamos passar pelo teste do tempo, como se tivéssemos escapado com o crime perfeito. Mas nós fomos apenas uma lenda em minha mente. Acho que eu estava cego. Se a dor que estou sentindo tão forte , é a razão pela qual estou aguentando. Então eu errei, sim eu errei. Esta não é uma canção de amor . (This Ain't Love Song - Bon Jovi )


Poderíamos casar, teríamos um apartamento, tomaríamos café as cinco da tarde, discordaríamos quanto a cor das cortinas, não arrumaríamos a cama diariamente, a geladeira seria repleta de congelados e coca-cola, o armário de porcarias, adiaríamos o despertador umas trinta vezes, sentaríamos na sala de pijama e pantufas, sairíamos pra jantar em dia de chuva e chegaríamos encharcados, nos beijaríamos no meio de alguma frase, você pegaria no sono com a mão no meu cabelo e eu, escutando sua respiração. Eu riria sem motivo e você perguntaria porque, eu não responderia, saberíamos. (Caio Fernando Abreu)

16 de abril de 2011

Se eu puder evitar que um coração pare


Se eu puder evitar que um coração pare
Não terei vivido em vão;
Se eu puder aliviar uma vida do sofrer,
ou acalmar um doer,
Ou ajudar um tordo desmaiado
ao seu ninho voltar,
minha vida em vão não vai passar.

Emily Dickinson

15 de abril de 2011

Voce tem certeza disso ?

Sim, parece que o mundo gira freneticamente. Parece que as pessoas passam freneticamente por mim. Os dias passam freneticamente. Ao mesmo tempo tudo é sólido e tão volátil. Afinal, "tudo que é sólido se desmancha no ar" (K. Marx). 

14 de abril de 2011


E a saudade está dentro de mim. Ela grita, ela range, se manifesta, e persiste. Tão dolorosa que chega ao ponto de ser uma dor física, que corrói, que dilacera. O que posso fazer diante dela ? Nada. Porque ela só vai embora quando você voltar. Essa é a condição para que ela suma, tê-lo aqui, comigo. Não há nada que eu deseje mais que ter você, não há abraços mais almejados que os teus, lábios mais ansiados, olhos mais cobiçados. Sinceramente, não há ninguém que eu queira mais que você. E me pergunto quando poderei realmente tê-lo . Um ano, dez, vinte .... ? Não sei, e essa incerteza me mata. Mas eu não vou me render à tristeza, como eu disse, eu esperei dezessete anos para encontrá-lo, portanto posso esperar mais para possuí-lo efetivamente. Para ter-te comigo. É o que eu preciso. Passar tardes inteiras despreocupadas ao teu lado; rir de e com você; fazer cafuné em ti; irritar-te com meus milhares de ‘’aham’’ , te abraçar a todo instante; ter o nosso banho de chuva; acordar contigo trazendo meu café ou acordar e vislumbrar teu rosto; chamar-te de boboquinha, e dizer o quanto te amo; segurar em tuas mãos e ter plena certeza de que és real; viajar contigo por aí, sem preocupações; conhecer tua casa na Argentina ; passar tardes inteiras deitada ao teu lado, assistindo qualquer coisa na tevê sem realmente me preocupar com o que está passando, simplesmente só prestar atenção em ti; sentir tua respiração em meu pescoço, teus carinhos; ver você, amar-te, sentir-te , eu quero apenas isso. Estar rodeada, inundada, preenchida por você, seu cheiro, seu gosto seu toque. É por isso que eu prossigo, apesar de tudo o que me faz cair, eu me levanto, apenas pela lembrança da tua voz, pela vontade de você. Meu, sempre meu, ainda que distante, ainda que demore, serás meu. Porque contigo, tempo e distância tem um significado diferente. Assim, eu aprendi a encarar a distância não como algo que nos separa, mas sim como algo que fará valer cada segundo quando estivermos lado-a-lado.


Milhas longe daqueles que amo estão difíceis de encontrar. Enquanto me recordo de todas as palavras que você me falou. Não pode ajudar mas desejaria que eu estivesse aí, de volta aonde eu era amada. Querido Deus, a única coisa que peço a você é que cuide dele enquanto eu não estiver por perto, quando eu estiver muito distante. E agora eu desejo ter ficado, pois eu estou solitário e estou cansado. Estou sentido sua falta de novo, mais uma vez. E como eu sinto a falta de abraçar alguém. Quando toda a esperança começa a desaparecer.... (Avenged Sevenfold - Dear God) J.

Eu até poderia amar outra pessoa, mas não sei se outra pessoa poderia me fazer sentir o que você fez. Já ouviu aquela história de que existem pessoas únicas e insubstituíveis em nossa vida? Então, acho que estou vivendo essa história. (J)


Pelo visto será assim, por um bom tempo, eu, e você em meus pensamentos. Quase real, quase palpável, quase ...

Eu não quero promessas. Promessas criam expectativas e expectativas borram maquiagens e comprimem estômagos. (Tati Bernadi)

10 de abril de 2011

É o momento ...

http://thirtysecondstomars.thisisthehive.net/blog/wp-content/uploads/2010/07/avatar81.jpg 

 " It's the moment of truth and the moment to lie
The moment to live and the moment to die
The moment to fight, the moment to fight
To fight, to fight, to fight"

30 STM

9 de abril de 2011

But it's just the price I pay

But it's just the price I pay
Destiny is calling me
Open up my eager eyes
'Cause I'm Mr Brightside

The Killers-Mr Brightside

http://dreaptha.files.wordpress.com/2009/01/brandon_flowers1.jpg?w=250&h=377

3 de abril de 2011

Será que é verdade ?

http://uc.globo.com/gsat-images-web/fckeditor/image/Sobre%20a%20serie/house7a.jpg

Não há. Definitivamente não é possível encontrar palavras para me descrever nesse momento, tamanha a dor e decepção que estou sentindo. Iria dizer que nunca sentiram sofrimento tão intenso como o que estou sentindo agora, mas deixemos hipocrisia de lado, há tantos por aí que vivem constantemente em meio à dor, por que a minha deveria ser a maior de todos ?! Além disso, não estou aqui para fazer comparações, dispenso-as. Estou aqui para .... pra que mesmo eu estou aqui ? Ah, sim, me recordo. Estou aqui pra nada. Simplesmente senti algo terrivelmente doloroso dentro de mim, então palavras vieram à minha mente, e esta as transmitiu aos meus dedos, e cá estou. Sabe quando você está imensamente feliz, seguro, completo, tendo absoluta convicção de tudo ? Então, estava assim há uns instantes. Mas depois, depois que vi o que não devia ser visto, todo esse momento de certeza se foi, se esvaiu. E o que sobrou ? Ora, senhores, queria dizer que sobrou o vazio, porque aqui seria mais fácil, não sentir nada. Mas não, tinha que sobrar algo, aliás ''algos'' , porque a tristeza permaneceu, juntamente com ela a dor, uma dor física, exatamente, algo que queima, e corrói por dentro; sobrou também as lembranças. Ah , doces lembranças de palavras sussurradas tão delicadamente, e que no fundo não passavam de blasfêmias. Acabou ? Não, ainda há o desgosto, decepção, nojo, raiva. E o que mais ? , vocês me perguntam. Bom, sobrou algo pior, pior de tudo, restou o amor, sim, ele. Infelizmente, porque depois de tudo, ele era aquilo que eu menos precisava, mas lá estava ele, se manifestando, ou melhor, gritando em minha mente, dizendo que apesar de tudo, eu ainda a queria, eu ainda a amava, mesmo com suas mentiras disfarçadas de amor, mesmo com suas farsas, ainda a queria, exatamente como na primeira vez que a vi. Curioso, não ? Estranhamente eu amava aquela que me infligiu dor, e estranhamente ela era a única capaz de saná-las. Ah, eu desisto. Sim , desisto de entender isso, continuarei sendo vítima desse tão inevitável sentimento, e com ele, sei que irão vir todas as lágrimas. Mas estou preparado, já lhes disso ? Sim, preparado. Tragam o meu whisky, que está tudo certo. Tudo bem, sei que não consigo enganá-los, todos sabem que nada está certo, mas mesmo assim, tragam meu whisky.

2 de abril de 2011

''Um milhão vezes zero é zero! Ou seja, não coloque sua intensidade onde não tem nada'' (Tati Bernadi )