29 de maio de 2011

Behind Blue Eyes

A música é do The Who, mas preifro cantada pela Paula Fernandes ou Limp Bizkit. Desde a minha infância que essa música mexe com algumas ideias
Sim, é um dos meus olhos (sem metáforas)

-
No one knows what its like, 
To be the bad man,
To be the sad man
Behind blue eyes.
[...]
But my dreams they aren't as empty,
As my conscience seems to be.
I have hours only lonely
My love is vengeance, that's never free.

-
Ninguém sabe como é
Ser o homem mau
Ser o homem triste
Por trás dos olhos azuis

[...]
Mas meus sonhos não são tão vazios,
Como minha consciência os faz parecer
Eu passo horas só de solidão
Meu amor é uma vingança, que nunca será livre.

-

27 de maio de 2011



So I can't touch what I haven't yet .L.

Nada, jamais, substituirá um companheiro perdido. Ninguém pode recriar velhos companheiros. Nada vale o tesouro de tantas recordações comuns, de tantas horas más vividas juntos, de tantas desavenças, de tantas reconciliações, de tantos impulsos afetivos.Não se reconstroem essas amizades.Seria inútil plantar um carvalho, na esperança de ter, em breve, o abrigo de suas folhas.Assim vai a vida. A princípio enriquecemos.Plantamos durante anos, mas os anos chegam em que o tempo destrói esse trabalho, arranca essas árvores. Um a um, os companheiros nos tiram suas sombras.E aos nossos lutos mistura-se então amágoa secreta de envelhecer...

Antoine de Saint-Exupéry


E então eu entrei em baixo do chuveiro, de roupa e tudo. Para que as dores que estavam me consumindo fossem embora junto com a água. Para que aquelas lembranças que sempre quis esquecer , se esvaissem. Para conseguir me esquecer de todas suas promessas, e suas mentiras que até então eram minhas verdades. E então eu comecei a me esfregar. Com força, quase cortando, quase queimando, quase sangrando na tentativa desesperada de que eu conseguisse livrar cada parte do meu corpo dos fragmentos de você e de fazer com que meu coração parasse de sangrar. Mas então eu vi que não consguia lavar minha alma nem meu coração para tirar-te de lá. Mas sinceramente ? Não me importava. Já vivi tantas ilusões, que essa seria a mais amena e mais reconfortante de todas.

22 de maio de 2011

Trem-bala



A minha vida é um trem bala a 1km/h.
Tá bom, tá bom, 2 km/h, mas só em horários de pico.

http://i.diariodorio.com/2007/07/trembala.jpg

18 de maio de 2011

Em mais uma conversa

"Não importa com quantas mulheres eu sai; não importa quantos copos de cachaça eu bebi; o que importa é o tipo de pessoa que sou. Antes de qualquer coisa, deve-se formar uma pessoa, humano de fato."

M.J.Silva

17 de maio de 2011

Cherry ?

É como uma torta que saiu sem as cerejas, o toque final, o que todo mundo quer. A relação é simples: sem cerejas, sem atenção

http://www.docesregionais.com/wp-content/uploads/2009/08/bolo-cereja.jpg
Que sorte a sua
Eis o meu segredo: só se vê bem com o coração. O essencial é invisível aos olhos. Os homens esqueceram essa verdade, mas tu não a deves esquecer. Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas. (Antoine de Saint-Exupéry)

15 de maio de 2011


Quarenta e cinco anos de anseio constante por ele fizeram que minhas lágrimas formassem um lago de saudade. Junto a esse lago eu esperei todos os dias, com confiança e amor . Achava que meu amado sairia do lago para me tomar nos braços. Mas, quando finalmente saiu, havia outra mulher ao seu lado. As pegadas deles perturbaram a superfície límpida do meu lago. As ondulações destruíram o reflexo do Sol e da Lua, e a minha esperança se foi . (As boas mulheres da China)

Máscara


"E, repentinamente, tudo começa de novo, mais uma vez. O pleonasmo, a semana, a sensação de vazio ao lado da sensação de preenchimento. E nego e renego que está não está tudo bem. Mas está tudo bem, a não ser quando eu lembro de tudo aquilo que poderia tentar ser. Despedir-me dessa cara de lerdo e colocar um sorisso cheio na malícia nessa nova máscara."

Otávio Vilella - "Comentários avulsos"

Para aquele que sempre faz o mesmo comigo


Melhor amigo: Ok, o que ele fez dessa vez?
Melhor amiga: Me machucou. De novo.
Melhor amigo: Por que eu não estou surpreso? Olha… Eu sinto muito.
Melhor amiga: Não precisa dizer isso. Você não fez nada.
Melhor amigo: É. Eu sei. Só que eu sinto muito mesmo… Por não posso fazer nada pra te ajudar. Sou péssimo com as palavras, e a única coisa que eu posso te prometer com certeza é que eu consigo fazer ele ir pro hospital. Mas você não vai me deixar fazer isso.
Melhor amiga: Não, eu não vou. Ele não merece. Só me abraça e fica do meu lado que você já faz muito, tá?
Melhor amigo: Tá. Mas posso dizer algo antes?
Melhor amiga: Diga.
Melhor amigo: Se eu fosse ele, eu nunca, nunca teria machucado você. E mesmo que eu tivesse machucado, eu faria de tudo pra consertar. Eu sei que isso não vale muito, mas…
Melhor amiga: E você ainda diz que é péssimo com as palavras.
Ontem chorei. Por tudo que fomos. Por tudo o que não conseguimos ser. Por tudo que se perdeu. Por termos nos perdido. Pelo que queríamos que fosse e não foi. Pela renúncia. Por valores não dados.Por erros cometidos. Acertos não comemorados. Palavras dissipadas. Versos brancos. Chorei pela guerra cotidiana. Pelas tentativas de sobrevivência. Pelos apelos de paz não atendidos. Pelo amor derramado. Pelo amor ofendido e aprisionado. Pelo amor perdido. Pelo respeito empoeirado em cima da estante. Pelo carinho esquecido junto das cartas envelhecidas no guarda-roupa. Pelos sonhos desafinados, estremecidos e adiados. Pela culpa. Toda a culpa. Minha. Sua. Nossa culpa. Por tudo que foi e voou. E não volta mais, pois que hoje é já outro dia. Chorei. Apronto agora os meus pés na estrada. Ponho-me a caminhar sob sol e vento. Caio Fernado Abreu

13 de maio de 2011


A harmonia secreta da desarmonia: quero não o que está feito mas o que tortuosamente ainda se faz. Minhas desequilibradas palavras são o luxo de meu silêncio. Escrevo por acrobáticas e aéreas piruetas - escrevo por profundamente querer falar. Embora escrever só esteja me dando a grande medida do silêncio. E se eu digo "eu" é porque não ouso dizer "tu", ou "nós" ou "uma pessoa", sou obrigada à humildade de me personalizar me apequenando mas sou o és tu. Clarice Lispector
Livrar-se de uma lembrança é um processo lento, impossível de programar. Ninguém consegue tirar alguém da cabeça na hora que quer, e às vezes a única solução é inverter o jogo: em vez de tentar não pensar na pessoa, esgotar a dor. Permitir-se recordar, chorar, ter saudade. Um dia a ferida cicatriza e você, de tão acostumada com ela, acaba por esquecê-la. Martha Medeiros

Você sai na rua para testar. Sim, você conseguiu: olhou vitrines, comeu um sorvete e folheou duas revistas sem derramar uma única lágrima. Até que começa a tocar uma música no rádio e desanda a maionese. Você não tirou coisa alguma da cabeça, ele ainda está lá, cantando baixinho pra você. Martha Medeiros
Quando os hormônios de um homem estão à solta, ele jura amor eterno. Isso gerou resmas e resmas de poemas ao longo das eras: o amor profundo como o oceano, ou seja lá o que for. Mas o homem que ama desse jeito só existe em histórias. O homem real alega que ainda não conheceu a mulher digna dessa emoção. E é um especialista em utilizar as fraquezas da mulher para dominá-la. Algumas palavras de amor ou elogio matêm algumas mulheres felizes por muito tempo, mas é tudo uma ilusão. (As boas mulheres da China)

11 de maio de 2011


Menina, ele vai te decepcionar. Não se desperdice assim. Não viva sua vida desse jeito. Claro que ele vai dizer tudo que você quiser e ir embora mais rápido do que veio. Agora você se culpa. Não se ponha no fogo novamente. Por favor nao seja tão inocente, não espere até seu coração sangrar. O amor nao foi construído para ser rápido, ouça-me garota. Ele continua confundindo sua cabeça, tentando te levar para a cama, e de manhã você só vai se odiar. São as mesmas malditas coisas que você acredita tão rápido . Você faz de novo e de novo . E são os mesmos erros que eu estou vendo você cometer. Você faz de novo e de novo . Então antes que eles te decepcionem você tem que se firmar em alguma coisa ou vai cair por qualquer coisa. (Fall for anything - The Script )

10 de maio de 2011


Se eu pudesse acabar com essa distância entre nós dois… Se eu pudesse apenas cruzar esses milhares de quilômetros que nos separam, eu faria você perceber que não tem nada de errado em estarmos juntos. Que errado, na verdade, seria encarar o fim com naturalidade, como se ele não fosse importante. Como se ele não machucasse. Eu faria você perceber que aqueles sonhos, planos e desejos ainda existem em algum lugar, e que ainda não é hora para desistir deles. Se eu pudesse apenas estar do seu lado agora, eu não te deixaria partir jamais.

Minha vontade agora é sumir. Chamar você. Me esconder. Ir até a sua casa e te beijar e dizer que te amo e que você é importante demais na minha vida para eu te abandonar. Sacudir você e dizer que você é um otário porque está me perdendo dessa maneira. Minha vontade é esquecer você. Apagar você da minha vida. Lembrar de você a cada manhã. Pensar em você para dormir melhor. Então eu percebo: IT’S ME, e minhas vontades são bipolares demais. Só o que não é bipolar demais é a minha ganância por te ter. Sim, eu escolheria você. Se me dessem um último pedido, eu escolheria você. Se a vida acabasse hoje ou daqui mil anos, EU ESCOLHERIA VOCÊ!

9 de maio de 2011


Quando estico os meus dedos sinto que há mais do que distância entre nós . E quando eu pensei em desistir de nós, você se virou e me deu um último toque que fez tudo parecer melhor. E, ainda assim, meus olhos ficaram mais úmidos. Tão confusa, quero te perguntar se você me ama, mas não quero parecer tão fraca. Talvez eu esteja tendo um sonho californiano . (Rihanna - california king bed)

8 de maio de 2011

E a resposta sempre esteve aqui


 

The promises we made were not enough
As promessas que fizemos não foram suficientes
[...] 
The love we had, the love we had
O amor que tínhamos, o amor que tínhamos
We had to let it go
Nós tivemos que deixá-lo ir

 30 Seconds To Mars - Hurricane



Eu acordei hoje de manhã e não sabia para quê. Abri meus olhos e não havia nada a meu lado . Sinto-me totalmente deserta , e isso, apesar de meu coração ainda bater. Como esta casa, estou fria e vazia , porque falta minha metade. Eu não queria mais pensar em você . Acredite, eu tentei . Queria te afogar no vinho. Mas, como você vê, não funcionou . Eu queria terminar tudo aqui, mas os anos não se apagam tão facilmente. Dizem que o tempo cura todas as feridas mas em mim ele as abre novamente. E eu não sei o que devo procurar , qual caminho devo tomar . Por que não consigo esquecer? Tem que dar certo . Diga-me : o que tem ainda que acontecer até que você se torne nada para mim ? Eu gostaria tanto de te odiar . Mas o amor não me deixa. (Silbermond - Die Liebe lässt mich nicht)

Ela ainda esperava. Esperava que enquanto ela se afastava dele, ele iria correr, segurá-la nos braços e dizer que não queria que ela fosse embora, que não permitiria isso. Ela quase sentia seus braços em volta de sua cintura, enquanto a chuva caia. Ela sentia seu cheiro, e seu hálito quente dizendo que ela era louca, insegura, ciumenta e todos os outros defeitos que ele conhecia de cor, mas que ele a queria dessa forma. Ela escutava a voz dele em sua mente, dizendo para ela que ele não desistiria do amor que ambos tinham. Ele iria dizer que não importava quantas brigas tivessem nem nada, que ele ia querê-la, sempre ela. E enquanto ela ia embora, enquanto se afastava, não resistiu e olhou para trás, para a porta, querendo vê-lo correndo em sua direção. Foi então que não viu nada. Nada além da chuva. Nada além do vazio. Então segiu, se arrastou em frente, com a chuva, com as lágrimas, com as lágrimas e chuva, sabendo que ele não voltaria.
Dói. Muito. E a dor é tão forte que me impede de respirar. Por que isso ? Por que tem que ser assim, tão difícil ? Tão distante ? Tão inalcansável ? Não dá pra facilitar as coisas não ? Do tipo ''oi garota, você me ama, e eu te amo também. Não é o suficiente pra ficarmos juntos ?'' Não. Nunca é. Falta algo. Falta tudo. Mas não me importo com o tudo. Eu quero o nosso nada, quero o nosso quase de novo. Quero o quase te ver, quase te sentir, quase te entender, quase te amar. Porque de alguma forma, lidar com nossos quase é mais fácil que lidar com a dor que quase não tê-lo me causa.

Você sempre machuca quem você ama… O único que você não deveria machucar. Você sempre pega a mais doce rosa, e a esmaga até que as pétalas caem. Você sempre quebra um coração bondoso, com uma palavra apressada que você não pode recordar… Então, se eu quebrei seu coração na noite passada, é porque eu te amo mais que tudo

7 de maio de 2011

Gostei

" E eu um certo momento de sua vida, encontrou-se sozinho. Não era falta de simpatia, pois todos comentavam que era muito simpático. Se a voz do povo é a voz de Deus, logo podemos confiar na simpatia do nosso amigo. Era incapaz de fazer mal a alguém, exceto se provocado, ocasião pouco frequente em sua vida, uma vez que não despertava esse desejo em outras pessoas. Na verdade, despertava poucas emoções em qualquer uma delas. Nada além de "educado" ou "tranquilo". Apático ? Quem sabe. Não era o que ouviam falar sobre ele. Concentrado em próprio seu mundinho seria mais exato. Mundinho esse que não é muito diferente do meu ou do seu: dar-se bem na vida, poucos problemas, comprar algo que dê vontade, coisas do gênero.
Contavam-me que ele não acreditava em si mesmo. Se algo desse errado, a culpa só poderia ser dele. Não que fosse assim, mas é como encarava os seus problemas. Se alguma mulher se interessasse por ele e depois, por qualquer razão que seja, o esquecesse, era sinal de que tinha tomado uma pílula de realidade no café da manhã e notado o tão quão insiginificante aquele que um dia ela pensou em conhecer melhor. Parece que era pesado até para ele mesmo.
O maior desafio era entender-se."


Otávio Vilella - "Comentários avulsos"

É como chuva no dia do seu casamento. É um passeio livre quando você já tem pago. É o conselho bom de que você apenas não seguiu. Quem deveria ter pensado . Como a vida tem um jeito engraçado de mover-se às escondidas em você . Quando você pensa que tudo está bem e tudo está indo certo. E a vida tem um jeito engraçado de ajudar você quando você pensa que tudo terminou errado e tudo foi soprado na sua cara. ( Ironic - Oasis)


E então dance se você quiser dançar. Por favor irmão, se dê uma chance. Você sabe que eles irão em qual caminho quiserem seguir. Tudo o que sabemos é que nós não sabemos como vai acontecer. Por favor, irmão, deixe acontecer. Esquivar-se da vida não vai nos deixar entender que somos todos parte do plano-mestre.Diga isso alto e cante com orgulho. Hoje...Eu não estou dizendo que o certo é errado, cabe a nós escolhermos as melhores coisas que vem ao nosso encontro porque tudo o que já aconteceu é passado. As respostas estão no espelho. Existem 420 milhões de portas no corredor infinito da vida. Diga isso alto, cante com orgulho. Por favor, irmão, deixe acontecer. Esquivar-se da vida não vai nos deixar entender que somos todos parte do plano-mestre. ( The Masterplan - Oasis )

6 de maio de 2011


Tu me revelaste agora quanto tens sido cruel ... cruel e falsa . Por que me desprezaste ? Por que traíste teu coração, Catarina ? Não posso digrigir-te uma só palavra de consolo. Mereceste tua sorte . Tu mesma te mataste . Sim, podes beijar-me e chorar, arrancar-me beijos e prantos : eles te queimarão ... eles te danarão. Tu me amavas ...que direito tinhas então de me deixar ? Que direito ... responda-me ... por causa do miserável capricho que sentiste por Linton ? E quando nem a miséria , nem a degradação , nem a morte , nem nada que Deus ou satanás pudesse inflingir-nos poderia separar-nos, tu, por tua própria vontade o fizeste. Eu não parti teu coração, foste tu que o quebraste, e , quebrando-o, quebraste também o meu . E tanto pior para mim, que sou forte. Tenho eu necessidade de viver ? Que vida será a minha quando ... Oh!Deus! Terias tu vontade de viver com tua alma metida num túmulo ? - O morro dos ventos uivantes

3 de maio de 2011


Do que estava falando mesmo ? Ah sim, me lembrei. Do fim. Sim querida, tudo tem um fim. Não faça essa cara de quem acabou de ser desiludida. Todos sabem que tudo tem um fim, inclusive a vida. E talvez esse seja o meu fim. O que ? Suicídio ? Não vou mentir que não pensei, mas não vem ao caso agora. Calma , querida, não vou me matar, talvez me matar de tanto beber . Não fique assim. Ok ok, nem de beber. E morrer de alegria ? Você me faz rir, nós não morremos de alegria, só de tristeza. Claro, alegria nos faz viver, viver mais, viver melhor, agora tristeza ?! Preciso de mais um copo disso. Aliás, o que é isso ? Tudo bem, não importa, só sei que é bom, traga-me mais. Pois então, continuando. Do que falávamos ? Ah sim, alegria, e tristeza. Mas não quero falar isso. Que tal falar dos cheiros ? Sim claro, tudo tem cheiro. Feche os olhos. Eu fechei, e sinto cheiro de sexo. Ah, de luxúria. Mas o cheiro varia do lugar e das pessoas. Agora a pouco, eu sentia cheiro de lágrimas. Claro que elas têm cheiro, sua tola. Cheiro de tristeza. Sim, eu sei, já estou falando de tristeza, mas que se dane, falemos da tristeza. Ela tem cheiro. De desengano. Perda. Incapacidade. Desamor.Ah, ela cheira a sal, e águ. Sim, todos esses cheiros. E a alegria ? Ah, essa tem um cheiro doce, de realizações, de abraços, carinho, acho que tem até cheiro de chocolate . O amor ? Mas que amor, sua bobinha ?! Tudo bem, existe amor, não vou destruir todos seus sonhos. Mas o amor é complicado, tem muitos cheiros, e controversos, tam bém . Acho que ele cheira à lágrimas, à sorriso, à alegria, desejo, decepção, desesperança, calor. Ah, cheira beijo. Sabe que sinto falta do cheiro do beijo . Aaah, e do gosto, o doce gosto. Mas sim, não me apresse. Creio que amor cheira à alegria, e tristezas. Claro que tristezas, querida, acha que o amor não à faz sofrer ? Doce ilusão. Aliás, creio que traz mais lágrimas que sorrisos. Tudo bem, não serei tão pessimista. Traz tanto lágrimas quanto sorrisos, satisfeita ? Se eu sofri por amor ? Claro minha querida, quem não sofre ?! Me poupe, com certeza você sofreu, ou irá sofrer. Eu ? Muitas vezes. Tive inúmeros amores. Amores amantes, amores amigos, e até amores inimigos, e todos me fizeram sofrer, mas claro, me fizeram muito felizes. Não se acanhe, sua hora vai chegar. Claro que não é uma praga, menina, só digo a verdade. Você vai sofrer, tanto que suas lágrimas ultrapassarão as fronteiras da dor. Vai amar tanto alguém, ao ponto de destruir teu mundo apenas pra construir um mundo pra essa pessoa.Ela irá dizer que te ama, e não vive sem você, mas não se deixa enganar, é apenas uma conveniência, porque no final, ela irá virar as costas pra você. E tu irás se magoar tanto que achará que não será capaz de amar mais ninguém como amava essa pessoa. E é verdade, não amarás mesmo. Calma, menina, deixe essas lágrimas pra lá, sabe por quê ? Porque felizmente, minha querida, surgirão novos e diferentes amores, porque amamos cada um de uma maneira , em cada momento. A vida não é toda uma tragédia. Pronto, agora traga-me meu cigarro e minha bebida, chega de filosofias e devaneios. Ande!Meus cigarros. (Anônimo)
Se eu quero falar de amor ? Não, obrigada, estou muito bem sem ele. Ah, claro. Como se essa frase fosse verdadeira. Óbvio que não. Eu sei. Você sabe. Todos. Todos quem ? Ah, sei lá, todos. Mas já disse que não quero falar de amor. Quer falar de que, então ? De dor. Dor ? Sim, dor. Mas por quê ? Porque sim, oras. Não, trate de se justificar. Porque é um sentimento tão bom quanto amor. Bom ? Não, é ruim, mas é bom pra se falar. Ah, dor não, que tal alegria ? Não, alegria se sente, não se fala. Mas e a dor ? Sim, podemos falar dela. Não, dor também se sente. Claro que sente, mas se fala. Sei. Olha, vou falar dela. Ela chega, sem avisar, ou pedir permissão. Mas o amor também. Tá, mas eu estou falando da dor. Tudo bem. Então, ela chega, e nos assola. Mas por que ela chega ? Ah, vários motivos, pode ser uma decepção, perda, frustração. Pode ser um machucado. Sim, pode, mas eu falo da dor da alma. Ah sim, prossiga. Se bem, que as vezes a dor na alma é tão grande que chega a ser física. É o que está acontecendo agora ? Sim sim. Sabia. Opa, acontecendo com quem ? Com você. Não. Fale a verdade. Sim. Sim o que ? Sim, eu sinto dor. Por quê ? Por quem seria melhor. Por quem ? Ah, você sabe. Sei, mas o que houve ? O mesmo de sempre. Mas por que dói ? Porque me sinto incapaz. Incapaz de que ? De tudo, de prosseguir, de amar, de viver. Mas você vive. Não plenamente. Por causa dele ? Sim também. E o que mais ? As lágrimas. O que tem elas ? São muitas, e doem, dilaceram, machucam. Então pare de chorar. Não consigo, não agora. Por quê ? Porque o amo. Muito ? Sim. Então volte pra ele. Não posso. Por quê ? Porque ele não me ama. Não ? Não. Ah. E não basta eu amá-lo, deve ser recíproco. Por isso as lágrimas ? Também. Também ? É. Tem mais ? Sim. O que ? Não é só amor, é ... decepção, cansaço, derrota. Você foi derrotada ? Fui. Por quem ? Pelo amor. Amor ? Sim, pela ausência do amor. Entendo. Mesmo ? Aham, posso sentir sua dor . Pode ? Sim, ela é tão grande que chega a ser palpável. Sim. Mas eu estou aqui. Promete ? Prometo , te ajudo a reconstruir teus sonhos, e colar os pedacinhos do teu coração. Eu sei, você me ajuda a estancar a ferida ? Ajudo. Sempre. Sim. (Anônimo)

Recado carinhoso

Reitero o que já disseram aqui: você sabe que é para você.



" Hora de escapar
Das garras de um nome
Não, isto não é um jogo
(Isto é só um novo começo)

Eu não acredito no destino
Mas no ponto de partida
É hora de pagar
Você sabe que tem "


The Escape
Thirty Seconds to Mars



Hoje é um dia especial. Sim, é o nosso dia. Ainda que eu acredite que todos os dias ao teu lado são nosso dia, hoje marca o início, o começo. Ou talvez o final ? Sim, eu diria que marca o final. Porque há três mêses não tinha você, e agora tenho. Então foi o final, o final de um período marcado por tua ausência. Ausência das suas palavras, do teu carinho, do teu jeito. E mais que tudo, ausência dde algo muito importante pra mim. Ausência de você. E porque estou falando em ausência ? Ah sim, porque hoje, no nosso dia, você não está aqui. Isso tem se tornado rotineiro. Não ter você, digo, não tê-lo fisicamente, porque estás em mim a todo tempo, a cada respirar, a cada bater do meu coração, a cada brilho de sol, a cada segundo dos meus dias. É, te levo comigo todo o tempo. Mas hoje, mais do que nunca, eu o queria aqui, para poder acordar ao teu lado, com teus olhos, com teu sorriso, com teus braços. Queria-o aqui pra lhe dizer que esse é apenas o começo de muitos outros meses, anos e décadas que virão. Assim espero, assim eu quero. Queria poder lhe abraçar, sentir teu calor junto ao meu corpo, poder lhe dar um beijo, e dizer que te amo e vou te amar de janeiro à janeiro. Queria poder segurar tua mão, e ter certeza de que nunca estarias mais longe de mim. Mas isso tudo é só meu querer. Porque a verdade, é que não posso tê-lo aqui, infelizmente. Mas nada de palavras tristes, certo ? Combinemos uma coisa. Todas essas nossas vontades são planos. Exatamente. Planos pra quando estiveres aqui. Planos para executarmos, juntos. Então realizaremos todos eles, todas nossas besteiras, até nosso banho de chuva. Eu te amo, e tenha plena certeza de que sempre vou amá-lo.

Eu sei que você está em algum lugar lá fora . Em algum lugar longe. Eu quero você de volta. Meus vizinhos pensam que eu sou louco, mas eles não entendem . Você é tudo que eu tenho. À noite, quando as estrelas iluminam o meu quarto me sento sozinho , falando com a Lua. Tento chegar até você na esperança de que você esteja no outro lado falando comigo também . Ou eu sou um tolo que fica sentado sozinho , conversando com a lua. Eu sei que você está em algum lugar lá fora . Em algum lugar longe. (Talking to the moon - Bruno Mars)

1 de maio de 2011

Sem título

Vamos cortar caminho e evitar toda aquela introdução metafórica e filosófica que normalmente insisto em preservar. Sente-se ao meu lado, tome um pouco de café e deixe-me falar. Não me venha com discursos de "tudo tem seu tempo" ou ainda "viver um dia por vez" e muito menos "deixe de ser bobo".
 Eu ando de mãos dadas com um vácuo, um vazio de companhia e que nunca estará disposto a me ajudar quando mais será necessário. É bem diferente:quando precisar, só me agraciará com risos histéricos, fazendo-me lembrar de tudo aquilo que me envergonha. Mentira. Nem chega a envergonhar; machucar ou derrubar seriam mais apropriados para o contexto.
Obviamente, não sou uma espécie de náufrago delirando em uma ilha deserta, conversando com a sua bola de vôlei ou coitadinho, vítima da distensão das relações humanas na atualidade. Mas uma saudade tão estranha e incompreensível bate na minha porta. Saudades daquilo que não vivi ou daquilo que possivelmente vou viver. Outra observação importante é que não cortarei meus pulsos dentro de uma banheira com água quente ou muito menos tomarei todos os comprimidos de algum remédio interessante. As câimbras não tiram um maratonista da corrida, não acha ? E digitar um texto de reflexão pessoal é um pouco de perda de tempo. Hum. Mas guardar é pior, bem pior.  Escrever, para mim, é como um fósforo que vai se arrastando aos poucos até acender, soltando faíscas de esperança e, quem sabe, se não haver muito vento ou umidade, alguma luz.

Escrevo-te estas mal traçadas linhas meu amor porque veio a saudade visitar meu coração. Espero que desculpes os meus erros por favor nas frases desta carta que é uma prova de afeição. Talvez tu não a leias mas quem sabe até darás resposta imediata me chamando de "Meu Bem" . Porém o que me importa é confessar-te uma vez mais: não sei amar na vida mais ninguém. ( Legião Urbana - A carta)

Jogue fora tudo aquilo que passou, e venha ver oque preparei para nós dois.
Realize meu desejo, de ter o seu beijo, de acariciar-te em meu colo, e cantar a canção que fez aquele simples dia, durar pra sempre. Apenas caminhe até mim, e deixe que o amor combata os nossos problemas, para que você veja que nada daquilo valeu a pena. Seja meu enquanto o tempo é vivo, pois com segundos de atraso, anos já não serviram pra nada.